Menu

Araçoiaba divulga Manual de Arborização Urbana

 A arborização urbana, definida como toda vegetação que compõe o cenário ou a paisagem urbana, é um dos componentes bióticos mais importantes das cidades
IMG_4002

Foto – Arquivo departamento de comunicação- Prefeitura Municipal

Por Departamento de Comunicação
comunicacao@aracoiaba.sp.gov.br

A Prefeitura de Araçoiaba da Serra por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, divulgou nesta quarta-feira (11), o Manual de Arborização Urbana, que tem como objetivo fazer com que a população se familiarize cada vez mais com as arvores, e que tratem a arborização urbana como uma chave importante para a melhor qualidade de vida. Sempre procurando a harmonia entre ser humano e o meio em que vive. O Manual está disponível para consulta no site: http://aracoiaba.sp.gov.br/municipioverdeeazul/

A arborização urbana, definida como toda vegetação que compõe o cenário ou a paisagem urbana, é um dos componentes bióticos mais importantes das cidades. Tecnicamente, a arborização urbana é dividida em áreas verdes (parques, bosques, praças e jardins) e arborização de ruas (vias públicas).

Muitos pesquisadores chamam-na de florestas urbanas, conceito mais amplo que engloba os diversos espaços no tecido urbano passíveis de serem trabalhados com o elemento árvore, tais como arborização de rua, praça, parque, jardim, lote, terreno baldio, quintal, talude de corte e aterro, estacionamento, canteiro central de ruas e avenidas e margens de corpos d’água.

A arborização de vias públicas, objeto do Manual de Arborização Urbana de Araçoiaba da Serra, faz referência às árvores plantadas linearmente nas calçadas ao longo de ruas e avenidas. Trata-se da vegetação mais próxima da população urbana, e, também, da que mais sofre com a falta de conscientização ambiental.

Grande parte da população mundial vive hoje em cidades, com acesso contínuo a serviços públicos essenciais, fundamentais para o conforto e a qualidade de vida das pessoas. Em um mundo globalizado e altamente competitivo, a disponibilidade de serviços com a qualidade necessária passa a representar um diferencial estratégico e de desenvolvimento.

Neste sentido, a implantação e o manejo da arborização das cidades constituem-se em mais um serviço público ofertado, como estratégia de amenização de impactos ambientais adversos devido às condições de artificialidade do meio urbano, além dos aspectos ecológico, histórico, cultural, social, estético e paisagístico, que influenciam a sensação de conforto ou desconforto das pessoas. E como serviço, necessita de conhecimento e capacitação técnica de profissionais habilitados, para sua execução.

Compartilhe